Segundo um jornal Alemão, um cemitério judeu também foi alvo de granada

Para os moradores da cidade de Halle, na Alemanha, o dia do feriado Judaico do Yom Kippur começou com grande pânico. Duas foram atingidas e mortas durante um tiroteio pela manhã que aconteceu próximo a uma sinagoga. O dia ‘Yom Kippur’ é dos mais sagrados para religião Judaica. Neste dia, todos eles fazem um jejum de 25 horas.

O suspeito pelo crime aparece em um dos vídeos transmitidos pelas TVs locais, usando capacete e roupas de combate. Pessoas relataram que outros tiros também foram disparados em direção a um restaurante de comidas tradicionais do Oriente Médio.

Em uma das imagens feitas pela emissora de TV local MDR mostrou o suspeito disparando os tiros, usando um carro de escudo. Após ser apreendido, as autoridades orientam por redes sociais “Permaneçam vigilantes”. No subúrbio de Halle, outros disparos foram ouvidos por civis.

Ainda que para muitos exista uma ligação clara entre os crimes, a polícia até o momento não confirmou se há ou não associação entre os tiros e os outros ataques. Na Alemanha, que durante a Segunda Mundial foi autora de um genocídio de mais de 6 milhões de judeus, em seu holocausto nazista, o tema ‘Antissemitismo é sensível para todos.

Para muitos existe o medo de que esse sistema possa voltar um dia ou pior, a certeza de que ele nunca tenha desaparecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here