sexta-feira, julho 10, 2020
Início Presidente Bolsonaro fará defesa "enfática" da atuação no meio ambiente na ONU

Bolsonaro fará defesa “enfática” da atuação no meio ambiente na ONU

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, será ‘um discurso de coração onde ele vai defender as potencialidades do país’ 

O presidente Jair Bolsonaro vai fazer um discurso “de coração” no qual vai defender de forma “enfática” o trabalho que o país está fazendo na questão do meio ambiente ligado a um desenvolvimento sustentável no pronunciamento previsto para a próxima semana na Assembleia Geral da ONU, disse o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros.

“É um discurso de coração onde ele vai defender as potencialidades do país e vai fazer uma defesa enfática daquilo que estamos realizando no tocante à questão de meio ambiente ligado ao desenvolvimento sustentável”, disse Rêgo Barros em briefing no Planalto nesta quarta-feira.

“Um pouco para desconstruir essa narrativa, particularmente no ambiente externo, de que o Brasil não cuida da Amazônia, não cuida do meio ambiente e que não está muito interessado nele”, acrescentou.

Desde agosto o país tem sido alvo de críticas de autoridades internacionais diante do aumento – registrado por dados oficiais do governo – do número de queimadas na região amazônica. Rêgo Barros destacou que, ao contrário do que se diz, o governo está debruçado sobre o tema, com ministérios envolvidos em ações sobre a coordenação do presidente.

O porta-voz disse que Bolsonaro – que se recupera da quarta cirurgia que passou após o atentado à faca – teve um ótimo dia em termos clínicos e garantiu que ele vai a Nova York para a reunião na ONU.

Rêgo Barros, entretanto, afirmou que foi cortada a escala que Bolsonaro faria no Texas na viagem de volta.

O porta-voz esclareceu que não houve qualquer veto da ONU à participação do presidente brasileiro a um encontro sobre clima, que antecede à Assembleia-Geral, ressaltando que o país não vai participar dessa reunião.

Também frisou que Bolsonaro não vai participar de um encontro que estaria sendo organizado pelo presidente da França, Emmanuel Macron, para debater sobre clima e a crise das queimadas na Amazônia. Rêgo Barros disse que Bolsonaro reitera que quem deve discutir a solução para a região são os países que a integram.

Ao ser instado a comentar notícia de que o acordo Mercosul-União Europeia teria sido vetado pelo Parlamento austríaco, o porta-voz disse, sem dar detalhes, que o Brasil tem esperança de que se confirme os termos do acordo pelos países integrantes dos dois blocos econômicos.

Polícia Federal

O porta-voz afirmou que o presidente considera que a Polícia Federal está sendo “bem conduzida” pelo seu diretor-geral, quando foi questionado sobre se um encontro entre Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, tratou da permanência de Maurício Valeixo no cargo.

Rêgo Barros disse que decisões sobre a condução da PF ficam sob a responsabilidade do ministério comandado por Moro, embora tenha ressaltado que claramente o presidente tem suas preocupações sobre os nomes eventualmente escolhidos.

“O presidente me deixou claro o seguinte ponto: diretamente nunca fez nenhum tipo de restrição ao doutor Valeixo, reconhece o seu trabalho e reforça que decisões relativas diretamente à Polícia Federal são de responsabilidade do ministro Sergio Moro.”

É uma sinalização de mudança de postura do Palácio do Planalto, uma vez que o presidente já chegou a falar publicamente no mês passado que é ele quem escolhe o diretor-geral da PF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Coronavírus: Aras diz ao STF que recomendação a procuradores não fere independência do MP

CNMP recomendou que, se não houver consenso científico sobre política a ser adotada, poder local pode escolher qual orientação seguir sem...

James Rodriguez pode não atuar mais pelo Real Madrid, diz imprensa espanhola

Deixado de fora da lista de relacionados para a partida do Real Madrid, líder do Campeonato Espanhol, diante do Alavés, James Rodriguez pode não...

Diniz garante São Paulo motivado na volta do Campeonato Paulista

Fernando Diniz, técnico do , aprovou a volta do Campeonato Paulista em 22 de julho. Com duas semanas para recolocar seu time em campo, o...

Governo decide prorrogar até novembro presença das Forças Armadas na Amazônia Legal

Informação foi divulgada pela Secretaria-Geral da Presidência; decreto em vigor vale até esta sexta (10). Operação Verde Brasil visa combater desmatamento ilegal e focos...

Recent Comments