Segundo programação, divulgada nesta quinta (12), evento ocorre entre os dias 18 e 21 de setembro na Basílica de Nossa Senhora do Carmo, no Centro da cidade.

Missas, romaria e procissão marcarão o encerramento dos festejos do centenário de coroação canônica de Nossa Senhora do Carmo, a padroeira do Recife. Nesta quinta-feira (12), a Igreja Católica anunciou a programação da festa, que começa no dia 18 de setembro e segue até o dia 21 do mesmo mês, na Basílica do Carmo, no Centro da cidade.

No dia 21, a Igreja festeja os 100 anos da primeira vez que imagem da santa foi retirada do altar para circular pelas ruas centrais do Recife, até ser coroada. Com 2,2 metros de altura e 250 quilos e feita em madeira nobre, ela chegou à capital pernambucana no século XVII.

No mesmo dia, em 1919, o papa Bento XV concedeu a bênção canônica à imagem, após um pedido popular para a coroação, A mesma solicitação foi feita dez anos antes, quando Nossa Senhora do Carmo foi aclamada padroeira do Recife.

A abertura dos festejos de encerramento acontece na quarta-feira (18), com uma missa, ao meio-dia. A cerimônia será presidida pelo reitor da Igreja do Carmo de Olinda, frei Luiz Nunes.

Às 15h, estão previstos adoração eucarísticas e louvor. Ás 19h, ocorre a pregação do bispo da Diocese de Cajazeiras, na Paraíba, frei Francisco de Sales.

No dia 19, segundo dia do festejo, haverá missas às 7h, 8h, 10h, 12h e 15h. Às 19h, a pregação da celebração religiosa será com o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido.

No dia 20, as cerimônias seguem nos mesmos horários: 7h, 8h, 10h, 12h e 15h. Às 19h, a pregação da celebração da Santa Eucaristia vai ser com o vigário geral da Arquidiocese de Olinda e Recife e pároco de Nossa Senhora de Fátima de Boa Viagem, monsenhor Luciano Brito.

No sábado, 21, uma programação especial foi montada para o encerramento das comemorações. A partir das 6h, a Romaria da Gratidão sairá da Igreja do Carmo de Olinda em direção à Basílica do Carmo do Recife, num percurso de 9 quilômetros. Às 10h, ocorre uma missa de acolhida da romaria, com a presidência do reitor da Igreja do Carmo de Olinda, frei Luiz Nunes.

Às 12h, acontece uma celebração presidida pelo reitor da Basílica do Carmo do Recife, frei Rosenildo Alexandre.

Às 15h, haverá missa campal presidida pelo arcebispo de Aracaju, dom João Costa. Logo em seguida, às 16h, começa a procissão com a imagem de Nossa Senhora do Carmo, ornada com uma coroa de rosas na cabeça.

O cortejo sairá da Basílica do Carmo e seguirá pelas avenidas Nossa Senhora do Carmo e Martins de Barros, passando em frente ao Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo Estadual, ponte Princesa Isabel e ruas da Aurora, João Lira, do Hospício e Princesa Isabel.

Em frente à Faculdade de Direito, na Boa Vista, área central do Recife, será montada uma estrutura que irá receber a imagem da Santa para o ato da Coroação Canônica com uma réplica da coroa que foi usada há 100 anos.

Logo após o evento, a procissão retorna a Basílica do Carmo pela rua e ponte Princesa Isabel, rua do Sol e avenidas Guararapes e Dantas Barreto até o pátio do Carmo. Na programação cultural, está previsto show com o sanfoneiro Dudu do Acordeon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here