Polícia Federal apreendeu produtos sem a devida documentação fiscal que estavam em sete malas com dois homens. Carga foi avaliada pela Receita Federal em R$ 43,2 mil.

Uma carga avaliada em aproximadamente R$ 43,2 mil foi apreendida pela Polícia Federal e pela Receita Federal, no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, na tarde da segunda-feira (2). Foram apreendidos 2.169 displays e 1.975 baterias para smartphones e tablets sem a devida documentação fiscal.

As mercadorias estavam em sete malas vindas de um voo do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, segundo a PF, que divulgou a apreensão nesta quarta-feira (4). A quantidade de bagagens levada por dois homens, de 38 e 32 anos, levantou a suspeita da polícia.

Em depoimento, a dupla, que mora em São Paulo, relatou versões diferentes em relação ao conteúdo das malas e sobre o que fariam na capital pernambucana, de acordo com a PF. “Devido a imprecisão de suas respostas, as malas foram abertas”, explica a polícia em nota.

Produtos apreendidos estavam em sete malas — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Produtos apreendidos estavam em sete malas — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Pela falta da documentação fiscal, a Receita Federal lavrou um Termo de Retenção de Bens e concedeu um prazo de 20 dias para apresentação de comprovação da entrada legal no país ou de trânsito regular no território nacional. Caso contrário, o material não será devolvido.

Os dois suspeitos foram liberados. Caso seja comprovado que os produtos não tiveram pagamento do imposto, a dupla pode sofrer sanções fiscais e ser indiciada pelo crime de descaminho. As penas variam de um a quatro anos de reclusão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here