Trem quebrou próximo da Estação Shopping, às 6h16, após falha elétrica. Viagens voltaram a ocorrer às 10h20, segundo a CBTU.

Os trens da Linha Sul do Metrô do Recife voltaram a circular, nesta quinta-feira (22), após mais de quatro horas paralisados. Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), uma falha elétrica fez com que um trem quebrasse próximo à Estação Shopping, às 6h16. A operação começou a ser normalizada às 10h20. 

O retorno aconteceu em via singela e o intervalo entre as viagens fica maior no começo da circulação dos trens, normalizando ao longo da manhã, segundo a CBTU. Diariamente, cerca de 130 mil pessoas utilizam a Linha Sul.

Linha Sul do Metrô do Recife voltou a funcionar após mais de quatro horas paralisada, nesta quinta-feira (22) — Foto: Reprodução/TV Globo
Linha Sul do Metrô do Recife voltou a funcionar após mais de quatro horas paralisada, nesta quinta-feira (22) — Foto: Reprodução

A equipe de manutenção da CBTU realizou, durante a manhã, o isolamento do trem na rede aérea para poder retirá-lo de circulação. Por isso, foi necessário interromper a operação de toda a Linha Sul. Com o serviço realizado, o sistema voltou a operar, mas com intervalo maior entre as viagens durante o começo da operação. O tempo não foi informado.

Os passageiros que estavam na composição que parou saltaram, seguindo a pé próximo aos trilhos. Durante a manhã, as pessoas que dependiam do metrô contaram com reforço de ônibus para tentar chegar aos compromissos.

Passageiros caminham ao saltar de trem na Linha Sul do Metrô do Recife, nesta quinta-feira (22) — Foto: Arthur Santos/WhatsApp
Passageiros caminham ao saltar de trem na Linha Sul do Metrô do Recife, nesta quinta-feira (22) — Foto: Arthur Santos

Problemas no metrô

Em julho, o rompimento de um cabo deixou a Linha Centro sem funcionar por dias, causando transtornos aos cerca de 250 mil passageiros que passam por ela diariamente.

Um problema na rede elétrica afetou o funcionamento da Linha Sul do metrô no dia 26 de março. Dias antes, um trem quebrou e os passageiros saltaram nos trilhos, paralisando a Linha Centro.

Aumento escalonado

No dia 7 de julho, aconteceu o segundo aumento escalonado nas tarifas do Metrô do Recife, autorizado pela Justiça em abril. Depois de aumentar de R$ 1,60 para R$ 2,10 em maio, a tarifa passou a custar R$ 2,60.

O aumento foi autorizado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) no dia 22 de abril e divulgado no dia seguinte. O valor da passagem na capital pernambucana não era reajustado há seis anos, segundo a CBTU. Até março de 2020, está previsto que o preço da passagem do Metrô do Recife chegue a custar R$ 4.

De acordo com o diretor de Planejamento e Relações Institucionais da CBTU, Pedro Cunto, os custos de operação da companhia na capital pernambucana são de R$ 541 milhões. Ele diz que esse valor é superior ao que é arrecadado na cidade, que fica em torno de R$ 70 milhões. Com o aumento, a arrecadação chega a R$ 140 milhões, ainda abaixo do necessário para custear a operação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here