A privacidade na internet é um fator que como sabemos, nem todos estão seguro. Por mais que suas contas em redes sociais sejam privadas ou sem acesso de outros usuários, é comum notar que a todo o momento, alguém sofre com ataques que geram revoltas ou ofensas de baixo nível contra usuários de redes socais, afirma Renato Carlos Sampaio Raggio.

Muitas pessoas estão deixando em liberdade diversos perfis ou redes que atuam de maneira equivocada e com isso alterem situações que proprietários da conta contem com situações de segurança.

Renato Carlos Sampaio Raggio fala que para quem trabalha em redes sociais ou que fazem algum trabalho e que dependem dessas redes, pode notar a diferença entre apenas utilizar para passar o tempo ou quem usa a ferramenta para trabalho.

A privacidade em redes sociais não é sempre que existe, haters vasculham a todo o momento a internet, procurando alguma brecha no sistema ou em alguma postagem, para difamar ou divulgar a pessoa que estava stalkeando.

Não utilizar armazenamentos ou redes de internet pública pode ser considerado um fator indispensável para quem deseja ter segurança de seu aparelho e de suas contas particulares. Para Renato Carlos Sampaio Raggio, quem deseja ter mais segurança, pode evitar essas funções de contas públicas, o rastreamento ou compartilhamento de locais, rotas, também pode ser um meio que pessoas encontram de invadir sua conta.

Manter as contas de e-mail e números de telefones privados pode ser essencial, por isso, tente evitar o máximo possível de informação distinta ainda mais para quem não conhece. Compras online também é um fator que muitos precisam ficar em alerta, pois pessoas más intencionadas podem utilizar esse aspecto para traçar seus dados pessoais com referências bancárias.

É importante que usuários apostem em aplicativos de mensagens com criptografia por completo, ou seja, de ponta a ponta. Alguns não oferecem essa função, outros já têm disponíveis no aplicativo mesmo. O WhatsApp que é o mais utilizado já tem esse recurso de gravar conversas e criptografar todas elas.

E por fim, Renato Raggio diz que a informação que muitos já sabem a senha: alternar suas senhas, nunca definir senhas padrões para acessar aplicativos e principalmente acessar ao banco, por isso que o ideal é sempre modificar, utilizar também senhas grandes com números e com caracteres diferenciados. Não é recomendável salvar as senhas em pastas do celular, ou em locais que pessoas conseguem ter fácil acesso. Se o usuário preferir, ele pode optar por deixar dicas salvas no celular, apenas dicas, nada de deixar a senha completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here